Aplicação Clínica

Ferramentas para aplicar evidência na prática clínica

BRENNEN MCKENZIE

Gerar Evidências na Prática Clínica

A produção de evidências científicas subjacentes à prática clínica veterinária tem sido tradicionalmente limitada às universidades e à indústria de saúde animal. A capacidade limitada de pesquisa nessas instituições limita a quantidade de evidências disponíveis, além de que os académicos frequentemente escolhem tópicos de investigação nem sempre aplicáveis à população geral de animais de estimação. O envolvimento de médicos veterinários de clínica geral na produção de evidências científicas pode melhorar a quantidade e a relevância das evidências disponíveis. As atividades de pesquisa também beneficiam o próprio clínico, promovendo o desenvolvimento pessoal e profissional, melhorando a relação de confiança com o cliente e potencialmente gerando receitas adicionais. Perceber esses benefícios requer superar as barreiras para a produção de evidências na clínica prática, incluindo tempo, conhecimento e recursos limitados. Esta apresentação discute esses benefícios e barreiras e destaca as formas pelas quais os clínicos privados se podem envolver na geração de evidências (legendas disponíveis em Português).


Mobirise

GEORGE STILWELL

E quando a evidência científica não existe? Conhecimento empírico, extrapolação e
Expert Knowledge Elicitation (EKE)

Nem sempre o raciocínio e as decisões médicas podem ser suportadas por evidência científica objectiva, precisa e comprovada. Em muitos momentos, o médico ou médico-veterinário tem de decidir baseando-se em observações e na sua experiência pessoal.

Este tipo de conhecimento pode surgir sob duas formas: empírico ou anedóctico. Enquanto que o primeiro pode ser considerado como um passo no sentido da obtenção da evidência científica, já que é verificável e tem características científicas e algum peso estatístico, o segundo resulta do relato de observações e práticas pontuais ou de inferências subjectivas. Uma outra forma de contornar a eventual falta de evidência científica, é através da análise da opinião ponderada de especialistas quanto à distribuição de probabilidades para fenómenos incertos. Este exercício é designado por Elicitação do Conhecimento Especializado (Expert Knowledge Elicitation ou EKE). Estas três fontes de informação, mais ou menos fiáveis, procuram sugerir soluções para problemas para os quais a ciência ainda não encontrou respostas irrefutáveis mas também podem ser vistas como rampas de lançamento das questões às quais a ciência se terá de dedicar. No entanto, para que sejam úteis neste duplo propósito têm de obedecer a normas e regras que importam discutir e definir.

Vamos discutir ideias?
Coloque-nos as suas questões.

eviedvet@gmail.com

Financiamento

EVIEDVET é financiado por fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto PTDC/CED-EDG/0187/2020

Contactos

eviedvet@gmail.com